Para prevenir ataques cibernéticos a Coréia do Sul decide testar a capacidade cibernética dos cidadãos

0
57
Para prevenir ataques cibernéticos a Coréia do Sul decide testar a capacidade cibernética dos cidadãos - BluePex - Blog do TI
Para prevenir ataques cibernéticos a Coréia do Sul decide testar a capacidade cibernética dos cidadãos - BluePex - Blog do TI
Para prevenir ataques cibernéticos a Coréia do Sul decide testar a capacidade cibernética dos cidadãos - BluePex - Blog do TI
Para prevenir ataques cibernéticos a Coréia do Sul decide testar a capacidade cibernética dos cidadãos – BluePex – Blog do TI

Se pudermos citar bons exemplos de sociedade organizada em todo o mundo, claro que a Coréia do Sul deve ser um deles. Mas o governo do país asiático encara o planejamento e a prevenção de forma tão sério, que anunciou testes de capacidade cibernética entre seus cidadãos.

A campanha pública tem como intenção testar a capacidade e a resposta de todos os cidadãos. Para isso o governo sul coreano realizou a espionagem de informações pessoais por meio de um malware real batizado de “OnionDog”, liberado em um ambiente controlado. E tudo foi informado com detalhes, publicamente.

O grande teste deseja mapear as vulnerabilidades na infraestrutura de TI do País, para organizar as defesas contra possíveis ataques da Coreia do Norte, como as ações do “Lazarus”, um grupo de hackers supostamente ligado à Coreia do Norte e responsabilizado por governos e pelas Nações Unidas, como os responsáveis por ataques globais a instituições financeiras, incluindo ações utilizando alguns tipos de ransonware.

Guerra cibernética pode ter alertado os sul coreanos

É o assunto da vez: as provocações e a tensão entre países como Estados Unidos, Coréia do Sul e Japão com outra Coréia, a do Norte, estão aumentando ao longo das últimas semanas. Vemos todos os dias nos telejornais e nos principais portais da web que o governo de Pyongyang está realizando exercícios militares, despertando a ira de várias nações.

O que não vemos todos os dias no noticiário, no entanto, é a guerra cibernética que já acontece silenciosamente há muito tempo. Esses ataques podem, inclusive, ter vitimado a Sony, conglomerado que teve seus servidores invadidos num ataque largamente noticiado em 2014.

No episódio vários e-mails confidenciais, informações privadas de clientes ligadas à plataforma Playstation e até roteiros dos estúdios Sony Pictures Entertainment e Columbia Pictures foram vazados por hackers. Naquela época a hipótese mais discutida pelas autoridades japonesas e pela própria Sony foi a de que criminosos efetuaram o mega ataque em resposta à divulgação do filme “A entrevista”, uma paródia fictícia na qual o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-um, é morto.

É claro que todos esses fatos tratam de episódios em larga escala envolvendo países, governos e organizações gigantescas, mas o exemplo da Coréia do Sul, de prevenir a capacidade cibernética de seus cidadãos, ilustra bem a preocupação que o gestor de TI em uma empresa de qualquer tamanho deve ter.

Afinal, como já ensinavam nossas avós, prevenir é muito melhor. E para garantir a proteção da rede, os servidores e os terminais da pequena empresa é importante considerar empresas que possam oferecer um portfólio amplo de produtos e serviços diferenciados na área de segurança da informação, como a BluePex.


Ainda com dúvidas? Fale com a BluePex®   |  Texto: Marketing BluePex®