Os riscos de usar software pirata na sua empresa

0
50
2016-05-25 - Os riscos de usar software pirata na sua empresa - BluePex
2016-05-25 - Os riscos de usar software pirata na sua empresa - BluePex
2016-05-25 - Os riscos de usar software pirata na sua empresa - BluePex
2016-05-25 – Os riscos de usar software pirata na sua empresa – BluePex

Por mais que campanhas de conscientização sejam promovidas e que ações de combate sejam realizadas, a pirataria de software continua sendo um mal ainda muito praticado pelas empresas brasileiras.

Segundo pesquisa da Business Software Alliance (BSA) divulgada em 2015, 50% dos programas instalados em computadores no Brasil ainda são piratas. Para se ter uma ideia, nos Estados Unidos este índice é de 18%.

São inúmeros os males que a pirataria de software pode trazer para um negócio. Além de fomentar um mercado ilegal, as empresas que usam sistemas falsificados também estão sujeitas a pesadas multas e, mais do que isso, pode estar colocando suas informações em risco.

Pirataria e vulnerabilidade

Por mais que pareça inofensivo em um primeiro momento, não há como garantir que um software falsificado tenha exatamente a mesma estrutura de um original. Então também não há como garantir que ele não carrega nenhum tipo de malware, que pode ser disseminado por toda a rede corporativa, ou que tenha vulnerabilidades que permitam a entrada de vírus, ou facilite a ação de hackers.

Ainda que seja realmente idêntico ao software original encontrado no mercado, quem usa sistemas piratas também não recebe as atualizações dos fabricantes, que estão sempre aprimorando seus produtos e combatendo eventuais vulnerabilidades.

Olhando pelo lado dos hackers, é naturalmente mais fácil atacar empresas que usam software pirata. Pelas razões citadas acima, são presas mais fáceis para os profissionais do cybercrime.

Como se proteger?

Apesar de aumentar os custos para a empresa, optar por software original é fundamental para que o gestor de TI possa dormir tranquilo. E orientar a alta gestão dos riscos do uso de soluções falsificadas também é um papel deste profissional.

É preciso também combater a instalação deste tipo de sistema também por parte dos usuários, no chamado endpoint. Soluções como o UTM da BluePex dá aos gestores as ferramentas necessárias para acompanhar o endpoint de perto e impedir a instalação de sistemas indevidos, além de contar com antivírus e outros recursos que detectam e combatem qualquer malware na rede.

Usar software pirata na sua empresa é crime e, como diz aquele velho ditado, o crime não compensa. Então, fique atento!


Fale com a BluePex®
Texto: Marketing BluePex®