Série Boas Práticas em Segurança #2. Conheça as Melhores práticas no gerenciamento de internet

0
25
Conheça as melhores práticas no gerenciamento de internet
Boas prática de segurança da Informação | BluePex
Conheça as melhores práticas no gerenciamento de internet
Boas prática de segurança da Informação | BluePex

Melhores práticas no gerenciamento de internet

Série Boas Práticas em Segurança #2. Conheça as melhores práticas no gerenciamento de internet

Sua empresa pode ter equipamentos de ponta, pode ter investido milhares, ou até milhões de reais nos softwares mais reconhecidos e eficientes do mercado, e contar com os melhores profissionais. Se o link de internet não for bem gerenciado, nunca será possível ter uma rede de alto desempenho, e o retorno sobre o investimento fica prejudicado.

Na segunda edição da série boas práticas, abordamos quatro itens fundamentais de gerenciamento de internet para que sua empresa possa contar com um link de qualidade, obtendo o máximo desempenho de suas aplicações e da infraestrutura de TI.

#1 – Estrutura Interna

Antes de mais nada, para poder contar com um link de internet de alto desempenho é preciso contar com uma infraestrutura que suporte isso. Analisar se o cabeamento utilizado está bem dimensionado e íntegro, se os switches estão atualizados e funcionando corretamente, e se o DNS está bem configurado é o primeiro passo de qualquer estratégia de gerenciamento de internet.

Portanto, faça uma análise minuciosa em busca de deficiências que podem interferir no tráfego de dados e impactar a qualidade do sinal disponível aos usuários.


#2 – Gestão com as operadoras

É papel dos gestores de TI avaliar constantemente se o serviço contratado junto às operadoras está sendo entregue de forma integral e dentro dos parâmetros estabelecidos.

Para ajudá-los nesse trabalho, algumas soluções, como o BluePex Firewall UTM, oferecem ferramentas que permitem acompanhar indicadores importantes como status do sinal, tempo de resposta, perda de pacotes de dados.

Possibilitam também acompanhar, por meio de gráficos, o volume de dados trafegados (em tempo real) e a qualidade do sinal recebido.

Esses dados garantem ao gestor a informação necessária para que ele tenha um monitoramento constante e, caso seja necessário, argumente com seu fornecedor para buscar a melhoria do serviço entregue.

#3 – Mau uso da internet

Muitas empresas não percebem, mas o uso da internet por parte dos funcionários para atividades muitas vezes desnecessárias interferem diretamente na qualidade do sinal recebido pelos usuários, que dependem de um link de qualidade para realizar tarefas essenciais para o bom andamento do negócio.

Por mais superdimensionada que seja a banda contratada, gerenciar como as pessoas usam a internet é fundamental para que todos desfrutem de um sinal de qualidade.

As redes sociais, por exemplo, podem consumir uma quantidade considerável do link, ainda mais se os usuários estiverem visualizando vídeos. O mesmo pode se dizer do email particular, que pode trafegar pesados arquivos pela rede.

O download de vídeos e grandes arquivos por meio de torrents também podem trazer grande impacto para o sinal de internet.

O gestor de TI deve ser ativo no sentido de apontar quais os usuários que mais consomem internet e orientar a alta gestão na implementação de controles.

Para isso, existem ferramentas como o da  BluePex Firewall UTM:

Estas disponibilizam uma série de recursos que ajudam a visualizar para quais atividades a internet vem sendo utilizada.

E a implementar controles, por usuário, de acesso a redes sociais, download de arquivo e outras funcionalidade.

#4 – Wi-fi

O Wi-fi facilitou muito a vida das pessoas, garantindo a mobilidade dentro da empresa no uso da internet. Também se tornou simpático e produtivo oferecer acesso a visitantes ao sinal disponível na empresa.

Porém, o wi-fi também deve ser um dos focos do gerenciamento da internet. Ter controle sobre quem acessa a rede e como esta pessoa utiliza o link é importante não apenas para administrar o fluxo de dados, mas também para garantir a segurança da rede corporativa.

No próximo post, traremos a segunda parte do tema “gerenciamento de internet”, na série boas práticas da BluePex.

 —
Fale com a BluePex®
Texto: Marketing BluePex®